30 de dezembro de 2010

Zumbi dos Palmares



C.1600: Negros fugidos ao trabalho escravo nos engenhos de açúcar de Pernambuco, fundam na serra da Barriga o quilombo de Palmares; a população não pára de aumentar, chegarão a ser 30 mil; para os escravos, Palmares é a Terra da Promissão. - 1630: Os holandeses invadem o Nordeste brasileiro. - 1644: Tal como antes falharam os portugueses, os holandeses falham a tentativa de aniquilar o quilombo de Palmares. - 1654: Os portugueses expulsam os holandeses do Nordeste brasileiro. - 1655: Nasce Zumbi, num dos mocambos de Palmares - 1662 (?): Criança ainda, Zumbi é aprisionado por soldados e dado ao padre António Melo; será batizado com o nome de Francisco, irá ajudar à missa e estudar português e latim. - 1670: Zumbi foge, regressa a Palmares. - 1675: Na luta contra os soldados portugueses comandados pelo Sargento-mor Manuel Lopes, Zumbi revela-se grande guerreiro e organizador militar. - 1678: A Pedro de Almeida, Governador da capitania de Pernambuco, mais interessa a submissão do que a destruição de Palmares; ao chefe Ganga Zumba propõe a paz e a alforria para todos os quilombolas; Ganga Zumba aceita; Zumbi é contra, não admite que uns negros sejam libertos e outros continuem escravos. - 1680: Zumbi impera em Palmares e comanda a resistência contra as tropas portuguesas. - 1694: Apoiados pela artilharia, Domingos Jorge Velho e Vieira de Mello comandam o ataque final contra a Cerca do Macaco, principal mocambo de Palmares; embora ferido, Zumbi consegue fugir. - 1695 20 de Novembro: Denunciado por um antigo companheiro, Zumbi é localizado, preso e degolado.


Fonte;

http://www.vidaslusofonas.pt/zumbi_dos_palmares.htm


17 de dezembro de 2010

Bastet




Provavelmente, devido a sua comprovada capacidade de proteger os celeiros da voracidade dos roedores e também por ser um hábil caçador de cobras, foi aceita em casa e domado. Logo o gato pacífico ronronar enroscado e estava sempre atenta e pronta para defender a casa de ratos, ganhou o favor de famílias egípcias e os corações de seus mestres.

Mais tarde, por sua capacidade de enxergar no escuro e grande ampliação dos seus alunos, está ligada diretamente ao sol e a lua, com o ritmo das marés e dos ciclos de fertilidade do solo, por isso adquiriu uma um status quase divino.

Seu relacionamento procurou a proteção das leis e chegou ao seu redor um culto que foi personalizado no gato deusa Bastet, filha de Ísis e Osíris, que somados aos atributos de seus pais os seus próprios: a sensualidade e fertilidade. O gato deusa Bastet é representado com um corpo humano e cabeça de um gato, geralmente trajando vestes longas e laço V-neck elaborado. Ele era reverenciado por quase 2.000 anos, e Bubastis, o principal centro de culto da deusa.

A morte de Jack A casa era uma verdadeira tragédia. Tornou-se família enlutada e raspou a cabeça e as sobrancelhas. O animal foi embalsamado e enterrado em importantes NECROPOLIS Gatún.



Tattoo Suh.

Postagens!